Nossa história

 

Acreditamos que a educação é o único caminho para a vida com qualidade, igualdade de oportunidades e liberdade de pensamento e expressão. Por isso, a Igreja Evangélica Luterana do Brasil, ao longo da história de mais de 100 anos em terras brasileiras, praticou sua responsabilidade social através da implantação de escolas da Educação Infantil à Universidade.

O COLÉGIO LUTERANO SÃO PAULO (COLUSP), fundado em 1933, é fruto desta visão e prática educacionais. Depois de várias décadas sem interrupção de suas atividades, o Luterano continua oferecendo aos moradores dos Bairros do Sacomã e do Ipiranga e arredores a oportunidade de conhecerem sua filosofia educacional.

Uma grande história em poucas palavras:

O Colégio Luterano São Paulo foi fundado em 12 de maio de 1933 pela Congregação Evangélica Luterana Redentor. Esta Congregação, Fundadora do Colégio, iniciou suas atividades em 11 de julho de 1932, com os membros da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), residentes na cidade de São Paulo.

As atividades do Colégio Luterano iniciaram na Rua do Manifesto, nº 427, no bairro do Ipiranga, com 19 alunos. O primeiro professor e diretor foi o Pastor Otto A. Goerl. Em 1934 e 1935, o Colégio esteve sob os cuidados do Prof. Gastão Thomé. Em 1936, sob a direção do Prof. Carlos Fehlauer, mudou para a Rua do Reno, nº 5, no bairro do Moinho Velho. Em 1941, ainda sob a direção do Prof. Carlos Fehlauer, com 81 alunos, o Colégio mudou-se para a Rua Drina, nº 03, que atualmente recebe o nome de Rua Prof. Vilalva Júnior, nº 73, bairro Moinho Velho, onde permanece até hoje. Entre 1936 e 1943, também eram professores Leonídio Krey, Edwino Herber e Erno Müller. De 1944 até 1963 o Colégio Luterano foi dirigido pelo Prof. Guilherme Strelow, auxiliado por sua esposa, a Profa. Frieda.

Em 1964, a Fundadora convidou o Prof. Valdemar Bruno Fritz para ser Professor e Diretor do Colégio. O Prof. Valdemar ficou à frente do Luterano por 54 anos, sendo que entre os anos 1998 e 2018 atuou como Diretor Geral, deixando o cargo em meados daquele ano. Atualmente o Colégio é dirigido pelo Prof. Dr. Enio Starosky que desde 1994 faz parte da história do Luterano. Atuou como professor de filosofia, de ensino religioso e Capelão Escolar (1994-1997), Vice-Diretor, entre os anos 1998 – 2003, e como Diretor, desde 2004.

Em 2013, ano em que completou seu 80º Aniversário, por decisão do Diretor Presidente do CEMOrOc (Centro de Estudos Medievais Oriente & Ocidente da Faculdade de Educação da USP), o Dr. Jean Lauand, – sabendo que o Colégio Luterano não é uma escola com fins lucrativos e aberta à parceria com as escolas públicas da região – incluiu o Colégio na programação do CEMOrOc. Desde então, o Colégio Luterano realiza – sempre em sessões abertas à comunidade e à escola pública – vários cursos e palestras de formação de professores, conferências para alunos e para pais, publicações etc. A parceria do Luterano com o CEMOrOc permitiu divisar um novo horizonte: o de começar a ser, de algum modo, também um Centro de Pensamento!

No final de 2019, o Colégio Luterano passou a ter como Mantenedora a Associação Educacional Luterana São Paulo (AELUSP). Embora seja uma entidade nova e com o objetivo de deixar ainda mais evidente sua responsabilidade social, o Estatuto da AELUSP permanece fundamentado nos princípios da filosofia luterana de educação e reflete os mesmos ideais de educação cristã que levaram os pioneiros a se preocuparem com a causa educacional em 1933, ano da fundação do Colégio Luterano.

Hoje, depois de quase nove décadas, o Colégio Luterano continua acreditando que o contato pessoal e a socialização das crianças e dos adolescentes continuará sendo um dos pilares fundamentais da educação escolar; que tão essencial quanto os conteúdos para a formação de pessoas relevantes para a sociedade, também é o desenvolvimento das competências socioemocionais; que permanece verdadeira a necessidade humana imutável e fundamental de amar e sentir-se amado; que nenhuma ferramenta tecnológica ou experiência científica será capaz de substituir o olhar amigo, incentivador e amoroso do educador; que o grande e permanente desafio do ato educativo sempre será o de reaprender permanentemente o “abc do amor” e manter, ao mesmo tempo, uma inteligência cordial e um coração inteligente, ciente de que os amores humanos sempre serão apenas analogias do Amor Absoluto, do Criador, o Inventor de todos os amores!

Por isso, fundamentado numa ‘educação para o amor’, o Colégio Luterano adota como seu lema o texto sapiencial de Provérbios 22.6: “Eduque a criança no caminho em que deve andar e até o fim da vida não se desviará dele”.

Seja muito bem-vindo ao Colégio Luterano São Paulo (COLUSP)!